A parceria permite uma economia fundamental para a instituição.(Foto: Franz Mendes)

Um projeto patrocinado pelo Rotary International, com participação dos seis clubes de Dourados através da Fundação Rotária, já está proporcionando uma economia de cerca de 90% na conta mensal de energia elétrica consumida no Ceia (Centro de Integração do Adolescente) Dom Alberto. O investimento dos rotarianos foi de R$ 74.240,00 para a instalação de uma usina de produção de energia através de placas fotovoltaicas.

As células fotovoltaicas são os componentes responsáveis pela conversão da energia solar em energia elétrica, explica o site ‘Aldo.blog’.O site diz ainda que o processo no qual ocorre a conversão da luz solar em eletricidade é chamado de efeito fotovoltaico e foi descoberto pelo físico francês Edmond Becquerel, em 1839.

Na instituição beneficente de Dourados, as placas foram instaladas no telhado (veja vídeo no final do texto) e a inauguração ocorreu no dia 26 de maio. Agora, conforme informa a coordenadora do Ceia, Simone Chamorro, o resultado já está aparecendo, com a chegada das duas últimas contas de energia.Simone diz que, em média, o Ceia vinha pagando cerca de R$ 3 mil mensalmente na conta de energia elétrica.

Segundo ela, após a instalação do projeto, o valor da conta mensal chegou a diminuir em torno de 90%.Vale ressaltar que o Ceia recebe mensalmente recurso do FNAS (Fundo Nacional de Assistência Social) que deve ser aplicado em manutenção. Com a economia na conta de luz, a coordenadora diz que será possível investir em outras ações da entidade.A instalação foi feita por uma empresa instalada em Dourados e a solenidade de inauguração contou com a presença do governador do Distrito 4470 do ano rotário 20192020, Antonio Caballero, do presidente da Câmara Municipal, Alan Guedes, e de representantes de clubes rotários. Todos estavam usando máscaras.

O presidente do Ceia, Francisco ‘Kinho’ Chamorro, agradeceu mais esta ação desenvolvida pela Fundação Rotária em benefício da instituição. “Parcerias como esta com o Rotary são importantes para que possamos continuar desenvolvendo o trabalho como o nosso aqui no Ceia”, reforçou.Atualmente, o Ceia está assistindo a quase 300 crianças e adolescentes, com idade variando de 7 a 17 anos. Nesse período da pandemia da Covid-19, a instituição vem realizando ações educacionais à distância, além de distribuir alimentos.