Dourados amplia público-alvo de vacinação contra a Covid-19

-

Com a previsão de chegada da remessa de 540 doses de vacinas da Pfizer, a Prefeitura de Dourados, por meio da Sems (Secretaria Municipal de Saúde), ampliou o público-alvo a ser imunizado contra a Covid-19 no município. O novo calendário vale a partir desta quarta-feira (12). As doses da Pfizer vão ser direcionadas para gestantes e puérperas. A vacinação dos demais grupos será feita com doses da AstraZeneca. Não houve o recebimento de novas doses da Coronavac.

Gestantes e Puérperas

A partir desta fase, as gestantes (em qualquer idade gestacional) e puérperas (com até 45 dias de pós-parto) devem procurar a Unidade Básica de Saúde da Vila Rosa para se vacinar. A imunização será feita com doses da Pfizer. O horário de atendimento é das 13h às 20h. Para as gestantes, é preciso apresentar o cartão gestacional, e para as puérperas a certidão de nascimento do bebê. Ambas devem levar documento com foto, CPF e comprovante de residência.

Outras unidades de saúde

Pessoas com 40 anos ou mais com comorbidades graves – A grande mudança deste grupo foi a inclusão de pessoas com diabetes, mesmo aqueles que não dependam de insulina, e de hipertensos em qualquer nível. Além deles, podem se vacinar também pessoas com doenças imunossupressoras, transplantados de órgão sólido ou de medula óssea e renais crônicos, pessoas com pneumopatias crônicas graves, portadores de doenças cardiovasculares crônicas que tenham sido submetidos a procedimentos operatórios e pessoas com doença cérebro vascular. É obrigatória a apresentação da comorbidade, da apresentação de documento com foto, CPF e comprovante de residência.

Pessoas com 18 anos ou mais com comorbidades – Nesta fase, foram incluídas pessoas vivendo com HIV e renais crônicos. Além deles, podem se vacinar também pessoas com síndrome de Down, pessoas com anemia falciforme, coagulopatias hereditárias, pessoas com deficiências permanentes que apresentem limitação motora ou incapacidade de ouvir e enxergar, pessoas com deficiências intelectuais que limitem suas atividades habituais, pessoas com obesidade mórbida e IMC superior a 40, pessoas com câncer e doença ativa em tratamento. É obrigatória a apresentação da comorbidade, da apresentação de documento com foto, CPF e comprovante de residência.

Idosos com 60 anos ou mais – Este grupo precisa apresentar documento com foto, CPF e comprovante de residência.

Trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros com 55 anos ou mais – podem se vacinar: motoristas e cobradores. É preciso apresentar vínculo empregatício (holerite impresso atualizado) e documento com foto e CPF.

Trabalhadores da limpeza urbana com 55 anos ou mais – podem se vacinar: Os que trabalham em serviços gerais e operadores de roçadeiras. É preciso apresentar vínculo empregatício (holerite impresso atualizado) e documento com foto e CPF.

A vacinação para estes grupos vai acontecer nas seguintes unidades: Altos do Indaiá, CSU, Ildefonso Pedroso, IV Plano, Izidro Pedroso, Ouro Verde, Parque das Nações I, Parque do Lago II, Vila Rosa, Vila Vieira. Moradores dos distritos devem procurar as unidades locais. O atendimento acontece em horário comercial.

Centro de Convivência do Idoso

Profissionais da Educação com 54 anos ou mais – É preciso apresentar vínculo empregatício (holerite impresso atualizado) e documento com foto e CPF.

Trabalhadores da Saúde com 30 anos ou mais – A partir de agora, os trabalhadores da saúde estão unificados num mesmo grupo para dar mais celeridade a imunização. Podem se vacinar: médicos, enfermeiros, nutricionistas, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, biólogos, biomédicos, farmacêuticos, odontólogos, fonoaudiólogos, psicólogos, assistentes sociais, profissionais da educação física, médicos veterinários e seus respectivos técnicos e auxiliares), agentes comunitários de saúde, agentes de combate às endemias, profissionais da vigilância em saúde e os trabalhadores de apoio (exemplos: recepcionistas, seguranças, trabalhadores da limpeza, cozinheiros e auxiliares, motoristas de ambulâncias, gestores e outros). Inclui-se, ainda, aqueles profissionais que atuam em cuidados domiciliares (exemplos: programas ou serviços de atendimento domiciliar, cuidadores de idosos, doulas/parteiras), funcionários do sistema funerário, Instituto Médico Legal (lML) e Serviço de Verificação de Óbito (SVO) que tenham contato com cadáveres potencialmente contaminados e; acadêmicos em saúde e estudantes da área técnica em saúde em estágio hospitalar, atenção básica, clínicas e laboratórios. Os trabalhadores que atuam nos estabelecimentos de serviços de interesse à saúde das instituições de longa permanência para idosos (ILPI), casas de apoio e cemitérios.

O atendimento no CCI André Chamorro vai acontecer em três turnos para vacinar os profissionais da educação e os da saúde. O primeiro turno vai das 07h30 às 11h; o segundo turno vai das 13h às 17h, e o terceiro turno das 17h30 às 20h30.

VEJA TAMBEM